Jeitinho brasileiro

Imprimir esta página

O “Jeitinho brasileiro”, envenenou o Brasil.
Chega a ser inacreditável os dias que vivemos. O espanto com a falta de vergonha é uma profunda descaracterização de tudo que aprendemos e vimos como exemplos, dos nossos antepassados. Onde que brotou esse câncer entre os homens do nosso país? Onde erramos, para que possamos voltar atrás e tentar acertar? Porque tem custado vidas. Brasileiros se matam, como todo mal, que se auto consome. Mas será que somos tão ruins a esse ponto?

Na verdade, está entranhado em nossa cultura, o jeitinho próprio. Chamado de brasileiro, inclusive. São os nossos modos e jeitos. É muito natural chegar no pé de orelha e pedir algo que sempre vai atropelar o outro para que aconteça. Seja um emprego, ou qualquer outro favorecimento. Basta que não seja pelos trâmites comuns. Se é favorecimento direto, foi corrompido, não é honesto. E é exatamente assim, achando que pelo conhecimento e poder, podemos desconsiderar quem estaria na vez.

Na verdade, o fundo de todos os males é a falta de educação. A educação que nos falta, nos faz ver com naturalidade essas atitudes. Feias e envenenadoras, porém comuns. Aliás, o amargo que vivemos hoje, é exatamente o sabor desse veneno que mascamos.

 !   Sérgio Oliveira


Cabeleireiro desde 1980, colunista social de alguns jornais em Macae. Folha Macaense, O Rebate, O Debate e atualmente no Macaenews. Sempre voltado para atualizações no ramo da beleza, viajo sempre, visando estilos diferenciados, para trazer para as cabeças de minhas clientes atualidades, que rondam o mundo moderno. Propietário de um sofisticado salão de beleza no Macae Palace, na Avenida Atlântica, onde realizo a minha arte. Recebo diariamente clientes, que atendo a mais de trinta anos! Mantendo esse convívio social e profissional através do mergulho, nas atualizações e tendências atuais! Espero suprir as suas expectativas na realização de um retrato mais moderno e saudável!

Fonte: Facebook

Outros artigos publicados:
Diga não à reeleição!!! - II
Diga não à reeleição!!!
Meio dia de chuva e a cidade já inundada
Um 2018 com mais cidadanea e patriotismo!
Imoralidade e falta de vergonha
Cade o nosso progresso e crescimento? E o dinheiro que deveria ser designado pra isso?
Macaé, uma cidade à venda II
Macaé, uma cidade a venda!
Bar ou Lavanderia?